O Mito dos Empresários sem Tempo

O Mito dos Empresários sem Tempo

O Mito dos Empresários sem Tempo 1000 673 Ser Livre

Tenho lido alguns posts em redes sociais, sobre como os empresários e empreendedores não têm tempo livre ou passam o dia a trabalhar. Concluindo a maioria desses posts, que quem tem um negócio, tem ainda menos tempo disponível para si, do que um empregado.

A realidade, é que a maioria das pessoas conhece auto-empregados, não empresários. Apesar do ponto de vista fiscal, podermos considerar qualquer pessoa que trabalha por conta própria empresário, a realidade do dia-a-dia de um empresário para um auto-empregado, é totalmente distinta.

Exemplo 1: Alguém que abre uma pastelaria, tem 2 ou 3 empregados e está com os empregados durante todo o horário de funcionamento, porque se não estiver, a produtividade já não é a mesma, é um auto-empregado. Tem tempo? Não. É o primeiro a chegar e o último a sair? Provavelmente. Se um dos empregados falta, ainda tem que fazer o trabalho do empregado que faltou? Provavelmente. Se for de férias tem que fechar o estabelecimento? Provavelmente.

Os donos das Padarias Portuguesas. Não têm tempo? Passam lá o dia com os empregados? Se algum empregado faltar, têm que fazer o trabalho dele? Se não aparecerem, o estabelecimento funciona pior? Vão de férias e as padarias fecham?

Exemplo 2: Um chef de cozinha que decide abrir uma hamburgueria. É dono do restaurante e chef de cozinha ao mesmo tempo. Passa o dia no restaurante a cozinhar? Provavelmente. Se não for trabalhar a sua equipa funciona com a mesma intensidade? Depende do compromisso e brio dos membros da equipa. Se algum dos membros da equipa faltar, tem que fazer o trabalho dele? Talvez. Tem que sair todos os dias para fazer compras, ou atender fornecedores durante a manhã e, depois ainda preparar os almoços? Provavelmente . Tem tempo para descansar? No intervalo entre o almoço e o jantar talvez; ou no final do jantar, após ter a cozinha e o restaurante arrumados e limpos. Ao outro dia repete.

Alguém que compra um McDonalds, Burguer King ou semelhante. Tem que saber cozinhar? Não. Passa lá o dia? Não. A equipa trabalha pior sem ele? Não. Provavelmente até trabalha melhor. Há 4 meses falei com uma jovem que trabalhava há 3 anos num McDonalds em Lisboa, tinha visto o dono 2 vezes, nesses 3 anos.

Qual é a diferença? Sistema de formação / delegação / departamento de recursos humanos.

Se procura ter mais tempo ou o controlo do mesmo, empreender é a melhor solução pois, vai construir uma equipa e esse factor, é o que permite mais liberdade. Sozinhos, trabalhando por conta de outro, ou auto-empregado com uma pequena equipa, onde não se delega, nem há sistema de formação, estaremos sempre a trocar tempo por dinheiro.

Obviamente começando do 0 e tendo pouco capital não se consegue uma empresa autónoma do dia para a noite mas, cada vez mais existem modelos dentro da economia colaborativa e franchising que permitem a qualquer pessoa, começar uma empresa com apoio e sistema de formação, já integrado.